Notícia

GPS, GIF’s, bote salva-vidas… 20 invenções criadas por mulheres e que revolucionaram o mundo

29.06.2020

Conheça alguns dos objetos e tecnologias feitos a partir da ideia ou colaboração de mulheres 

 

Você saberia dizer o que filmes em 3D, GIF’s, bote salva-vidas, GPS, condicionador e seringa médica têm em comum? Nenhum deles existiria se não fossem por mulheres criativas ao longo da história! Que tal saber mais sobre essas e outras invenções femininas que mudaram o mundo? Continue lendo a matéria e aproveite!

 

1. GIF’S

 

Os GIF’s (Graphics Interchange Format) são uma das formas mais divertidas e rápidas de se comunicar nas redes sociais – só que pouca gente sabe que esse formato gráfico só existe graças à cientista da computação e tecnóloga Lisa Gelobter. Ela também é CEO e co-fundadora da tEquitable, uma plataforma independente que trata sobre discriminação e assédio no mercado de trabalho.

 

2. Filmes 3D

 

Curte assistir a filmes 3D? Então, fique sabendo que quem criou e patenteou o transmissor de ilusão, dispositivo que simula a aparência tridimensional de objetos e personagens, foi a física Valerie Thomas em 1980! Mesmo que hoje seja usada amplamente para entretenimento, vale destacar que essa invenção foi – e ainda é utilizada – pela Nasa, agência espacial em que a inventora trabalhou por 31 anos.

 

3. Bote salva-vidas

 

Pouca gente sabe, mas até 1870, botes salva-vidas eram basicamente uma tábua de madeira. Foi só em 1884 que Maria Beasley criou um tipo de bote mais resistente, à prova de fogo e compacto, mais fácil de dobrar e armazenar – que, inclusive, viria a impedir centenas de mortes no naufrágio do Titanic em 1912! 

 

4. GPS

 

Sabia que o GPS como conhecemos hoje existe graças ao legado de Gladys West? A programadora norte-americana foi a segunda mulher negra a trabalhar na base naval de Dahlgren, onde trabalhou com a localização espacial de satélites por mais de 40 anos. Ela foi nomeada diretora do projeto do primeiro satélite a fazer um mapeamento dos oceanos via radar! 

 

5. Cama dobrável

 

A primeira mulher negra a receber uma patente nos Estados Unidos foi Sarah E. Goode, em 1885, pela sua criação de uma cama com gabinete dobrável. Parece simples, né? Mas essa invenção entrou para a história, ajudando as casas americanas a otimizarem espaço com um tipo de cama que poderia ser dobrada. 

 

6. Fraldas descartáveis

 

Se hoje pais e mães podem contar com as fraldas descartáveis para seus bebês, eles devem agradecer à americana Marion Donovan. Em 1951, ela patenteou a capa de fralda impermeável, vendida pela primeira vez na loja de luxo Saks Fifth Avenue. Dois anos, a Keko Corporation comprou a mesma patente por 1 milhão de dólares e lançou um modelo de fralda totalmente descartável. 

 

7. Condicionador

 

O condicionador, passo fundamental na lavagem dos fios, foi criado pela norte americana Madam C. J. Walker. Por conta da dificuldade que tinha com o ritual de cuidados com o próprio cabelo, ela teve a ideia de desenvolver cosméticos específicos para fios crespos e, a partir disso, criou seu império – se tornando a primeira mulher negra a enriquecer por conta própria nos EUA.

 

8. Seringa médica

 

Apesar de seringas terem surgido em Roma, no passado, ao longo do tempo foram feitas melhorias no modelo. Uma dessas evoluções, por sinal, aconteceu em 1899 e foi creditada à Letitia Geer, que inventou uma seringa com desenho adequado para ser usada apenas com uma das mãos, ajudando bastante a atividade médica.

 

9. Sinalizador noturno

 

Os sinalizadores noturnos, lançados em 1859, não foram uma ideia inteiramente feminina, mas tiveram uma boa contribuição da empreendedora Martha Coston. Depois da morte de seu marido, ela encontrou os projetos sobre o tema em um de seus cadernos e se empenhou por 10 anos ao lado de especialistas para fazer o modelo acontecer. No fim, a patente do produto foi creditada ao marido, citando seu nome como “administradora”.

 

10. Identificador de chamadas e chamada em espera

 

Você sabia que os dois recursos foram inventados graças às pesquisas da mesma cientista? Shirley Ann Jackson foi a primeira mulher afro-americana a concluir um doutorado em Física no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, o MIT!

 

11. Saída de incêndio

 

As escadas de incêndio com uma estrutura de grade e posicionadas ao lado de prédios foram criadas por Anna Connelly, em 1887. Ela ajudou a aperfeiçoar a invenção na época em que construções começaram a serem renovadas e feitas com vários andares, ajudando a salvar inúmeras vidas!

 

12. Calefação central

 

Imprescindível para quem mora em países com inverno rigoroso, a calefação central que ajuda a manter as casas aquecidas mesmo em dias de baixas temperaturas foi criada em 1919 por uma mulher, a Alice H. Parker. O sistema criado por ela era muito mais prático, rápido e seguro, reduzindo os riscos de incêndio.

 

13. Tábua de passar roupa

 

Em 1982, Sarah Boone, uma costureira afro-americana, foi a responsável por aprimorar a estrutura da tábua de passar roupas. Cansada de ter trabalho ao passar as mangas de camisas, ela desenvolveu um modelo que era curvo, estreito e feito de madeira – que reduzia as chances de criar vincos indesejados nas roupas durante a tarefa.

 

14. Voz sobre IP

 

Parece difícil imaginar um mundo sem reuniões virtuais ou chamadas com amigos, certo? E tudo isso acontece por causa da invenção da vice-presidente de Engenharia do Google Marian Croak. Foi ela a responsável por criar a voz sobre IP, que é a base para a transmissão de áudios pela internet – o que nos permite mandar mensagens e conversar por aplicativos, por exemplo.

 

15. Absorventes

 

Não é tão surpreendente descobrir que uma mulher é a inventora do absorvente menstrual certo? Mas acredite, Mary Beatrice Davidson Kenner, responsável por patentear o produto em 1956, nunca recebeu qualquer recompensa por sua invenção. A patente logo expirou e se tornou de domínio público.

 

16. Sistema de segurança doméstico

 

Tudo começou com uma necessidade do dia a dia. Por não se sentir segura ao voltar para a casa no Queens, em Nova York, a enfermeira Marie Van Brittan Brown e seu marido, Albert Brown, criaram o primeiro sistema de segurança doméstico. Com quatro olhos-mágicos e uma câmera, ele permitia visualizar quem estava batendo à porta em um monitor, e também contava com um botão de emergência para acionar as autoridades se necessário. 

 

17. Lixeira com pedal

 

Conhecida por aprimorar objetos com pequenos ajustes que faziam toda diferença, a psicóloga e engenheira Lilian Gilbreth é a responsável por um item bastante conhecido: a lixeira com pedal. Além de possibilitar que o utensílio fosse aberto com o pé, ela também foi responsável por invenções como prateleiras nas portas das geladeiras, além de melhorias no abridor de latas elétrico.

 

18. Lava louças

 

A primeira máquina de lavar-louças automática foi desenvolvida pela americana Josephine Cochran. Ela foi patenteada em 1886, exibida para restaurantes e hotéis em 1893 na Feira Mundial de Chicago, mas apenas nos anos 50 se tornou mais conhecida entre o público geral. Em 2006, o nome da criadora foi incluído na lista de inventores da organização National Inventors Hall of Fame.

 

19. Corretivo líquido para papel

 

Também conhecido como “liquid paper”, o corretivo líquido para papel foi inventado pela datilógrafa Bette Nesmith Graham. Tudo começou quando ela passou a corrigir seus erros de digitação com tinta branca, passando a aprimorar a fórmula na cozinha de casa até conseguir a patente de sua ideia na década de 50. 

 

20. Geladeira elétrica

 

É difícil imaginar o dia a dia sem uma geladeira elétrica, não é? Hoje, ela só existe graças aos esforços de uma mulher, Florenc Parpart, em 1914. Vale destacar que, além disso, ela também é a responsável por inventar uma das máquinas de limpeza de rua!