“For Girls Only, maratona de programação exclusivamente feminina, reuniu mais de 40 participantes em um fim de semana”

12.04.2017
(Foto: Hackathon For Girls Only)

A belo-horizontina Daniela Freire Marinho, de 22 anos, foi a grande vencedora do Hackathon For Girls Only, maratona de programação exclusivamente feminina, realizado no dia 1º de abril, pela Hotmart. Com duração de 13 horas, a competição contou com 40 participantes de todo o Brasil, que tinham como principal desafio desenvolver o Herspect Workplace, uma plataforma colaborativa para que as mulheres avaliem anonimamente as empresas em que trabalham, com base em vários quesitos, visando tornar o mercado um ambiente saudável em que todas as profissionais sejam respeitadas e valorizadas.

Como prêmio, Daniela Marinho vai visitar o NASA Kennedy Space Center, na Flórida, nos Estados Unidos, para um tour guiado por quatro dias com direito a conhecer as atrações que o espaço oferece.

“Essa semana foi muito mágica pra mim. Não imaginava que seria tão impactante, foi surpreendente. Nunca tinha participado de algo parecido. Foi incrível conhecer pessoas de outras empresas, uma conexão espetacular, além da oportunidade de fazer networking e conhecer outras formas de desenvolvimento. O prêmio é uma oportunidade incrível”, comemora Daniela.

A partir de agora, a Hotmart, em parceria com as participantes, vai realizar a implantação e melhorias da plataforma. Além disso, todas as participantes serão nomeadas, certificadas e reconhecidas como coautoras do projeto.

O projeto tem como objetivo evidenciar a necessidade de abrir as portas do mercado de tecnologia para a atuação feminina. Além disso, ele busca ressaltar o dever que todas as empresas têm de tratar suas profissionais com igualdade, contemplando-as com salários justos, baseados única e exclusivamente em seus cargos e desempenhos, respeitando suas particularidades e dando a elas o reconhecimento que tanto merecem e lutam para conquistar.

O Hackathon For Girls Only contou com a presença da desenvolvedora Camila Achutti, referência mundial na luta por mais mulheres na tecnologia. Para ela, o evento  é o primeiro passo para uma revolução. “Para muitas, se essa oportunidade não surgisse elas nunca participariam de um hackathon na vida! Mais de 70% estava pela primeira vez num evento como esse”, elogia a fundadora do blog Mulheres na Computação e vencedora do Women of Vision 2015.

Fonte: Simi.org